O impacto da tecnologia no setor público

Links deste artigo:

Apesar de 30% da população brasileira não ter acesso a internet, a implementação da tecnologia é uma solução para redução da burocracia na gestão pública

Não é surpresa para ninguém que as tecnologias vem tomando conta de tudo ao nosso redor, e no setor público, isso não é diferente. Até pouco tempo atrás, a burocracia para resolver processos no setor era carregada de burocracia. Entretanto, para melhorar os serviços para o cidadão, nada melhor do que a implementação da tecnologia no setor público. 

Apesar disso, não se trata apenas de implantar tecnologia em meio da gestão pública, até porque, apenas 70% da população brasileira tem acesso à internet. O principal objetivo é propor soluções que condizem com a nossa realidade, e por isso, a burocracia precisa ser reduzida, mas não pode ser seletiva, é preciso incluir a todos! 

Dificuldade em implantar inovação no setor público

Uma das maiores dificuldades em implantar novas tecnologias no setor público é o acesso limitado da população. Por mais que hoje todo mundo consiga se informar através do próprio celular, a classe mais pobre não tem as mesmas condições. 

O alcance da internet ainda é muito escasso para algumas pessoas no país, e mesmo com a implantação de tecnologias para facilitar informações e resoluções de problemas, é preciso pensar por todos, principalmente porque, a classe baixa, é quem menos tem conhecimento sobre gestão pública. 

Desta forma, não adianta muito pensar em formas para diminuir a burocracia, se ela não for melhorada para todos. Que a tecnologia está dominando o mundo, todo mundo já percebeu, mas para mudar de verdade, ela precisa atingir a todos, não apenas alguns.

Principais tecnologias do setor público

Com o uso de novas tecnologias, há um crescimento mais acelerado da economia. Além disso, aumentam a disponibilidade de serviços e soluções, mas quando são usadas de forma correta.  

Bem como, causam impactos na sociedade, a deixando mais exigente, interativa e participativa. E exatamente por este motivos que essas tecnologias podem transformar os processos do setor público. 

O Portal da Transparência e a consulta pública nos projetos do Senado brasileiro, por exemplo, ampliam a participação da população. E nada mais é que um site de livre acesso, no qual o cidadão pode buscar informações sobre a utilização do dinheiro público, além de se instruir sobre assuntos relacionados à gestão pública do Brasil. 

Desde sua criação, a ferramenta ganhou novos recursos, aumentou a oferta de dados ano após ano e se consolidou como um importante instrumento de controle social, reconhecida dentro e fora do país. 

Os multicanais digitais são outro exemplo de como a dinâmica dos cidadãos com o serviço público, são alteradas com o uso de novas tecnologias. Com o objetivo de utilização de novos canais, como redes sociais, na entrega de experiências interativas e integradas, ampliando as abordagens de comunicação.

Mesmo que 30% da população não tenha acesso a internet, hoje em dia, a grande maioria das pessoas, acessam as informações através do próprio celular. Portanto, pensar em soluções que agreguem essa nova forma de busca, facilita a vida do cidadão, e também a do gestor público.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

TRABALHE CONOSCO

FALE CONOSCO